DICAS DE ASSISTÊNCIA

O momento adequado para a substituição de peças depende das condições de utilização da bicicleta, dos tipos de piso e do estilo de ciclismo. É sempre recomendável substituir as peças antes de ficarem gastas.

service-tips_hero-image
  • Roldanas do desviador traseiro

    Se ouvir um ruído anormal em consequência de uma roldana frouxa, deve substituir a roldana.

    Roldanas do desviador traseiro

  • Cabos (de travão e mudanças)

    Cabos (de travão e mudanças)

    Quando?
    • Verificação por um mecânico profissional, pelo menos, uma vez por ano (dependendo das condições de utilização da bicicleta)
    • Danos em caso de aumento da fricção
    Porquê?
    • Possibilidade de degradação
    • Poeira causada por fricção
    • Enferrujamento
    O que acontece se não se substituir?
    • Os cabos desligam-se
    • Problemas na comutação ou travagem
    Notas
    • É necessária manutenção preventiva
  • Carreto de cassete

    Se a corrente saltar repetidamente da roda pedaleira, substitua a roda pedaleira e a corrente.
    A garantia dos produtos não abrange o desgaste natural e a deterioração decorrentes da sua utilização normal e tempo de utilização.

    Carreto de cassete

    Quando?
    • A corrente salta, a comutação traseira é deficiente
    • Uma vez em cada 3 a 5 substituições da corrente
    Porquê?
    • Possibilidade de degradação
    • Poeira causada por fricção
    • Enferrujamento
    O que acontece se não se substituir?
    • Verificam-se problemas de comutação e o desgaste dos carretos de cassete e da roda pedaleira aumenta
    Notas
    • Um dos segredos da durabilidade dos carretos de cassete é manter a corrente limpa e lubrificada

Corrente

Periodicamente, deve lavar a roda pedaleira com um detergente neutro. Além disso, lavar a corrente com um detergente neutro e lubrificá-la pode ser uma forma eficaz de prolongar a vida útil da roda pedaleira e da corrente.
Para o máximo desempenho, recomendamos vivamente a utilização de lubrificantes e produtos de manutenção SHIMANO.

  • Corrente 1

  • Corrente 2

  • Corrente 3

Indicador de desgaste da corrente SHIMANO

O indicador de desgaste da corrente SHIMANO permite verificar o desgaste da corrente de forma única, fácil, rápida e precisa.
O verificador mede o comprimento da corrente sem folga entre o rolete e a placa de ligação do rolete, guiando os roletes no mesmo sentido.

Quando?
  • O TL-CN42 indica o desgaste da corrente
Porquê?
  • A corrente está gasta
O que acontece se não se substituir?
  • Problemas na comutação, rápido desgaste dos carretos de cassete
Notas
  • A limpeza e a lubrificação regulares prolongam a vida útil da corrente
  • É mais barato substituir a corrente
  • Travessa SPD-SL

    Com o tempo, as travessas desgastam-se e devem ser substituídas periodicamente. Esta substituição deve ser efetuada quando o desencaixe se torna difícil ou requer muito menos esforço do que acontecia em estado novo.

    Travessa

    Frente

    Atrás

    Secção A

    Travessa SPD-SL

    Nota

    Se a parte amarela (SM-SH11), vermelha (SM-SH10) ou azul (SM-SH12) das travessas ficar gasta, substitua-as por travessas novas.
    À frente: Substitua as travessas quando a camada preta por baixo das mesmas ficar visível.
    Atrás: Substitua quando a secção A indicada na figura se desgasta.

  • Travessa SPD

    Com o tempo, as travessas desgastam-se e devem ser substituídas periodicamente. Esta substituição deve ser efetuada quando o desencaixe se torna difícil ou requer muito menos esforço do que acontecia em estado novo.

    Travessa SPD

  • Calço de travão

    O sistema de travão multicondições atinge a sua eficácia máxima se se utilizarem a manete e os travões recomendados. Se os calços de travão estiverem gastos ao ponto de as ranhuras deixarem de ser visíveis, devem ser substituídos.

    Calço de travão

    Há dois tipos de calço e respetivo suporte, e devem ser utilizados nas posições direita e esquerda, respetivamente. Insira os calços novos nas ranhuras dos suportes, tomando atenção às direções corretas e posições dos orifícios dos parafusos.

    Quando?
    • Antes de as ranhuras desaparecerem
    • Verificação por um mecânico profissional, pelo menos, uma vez por ano (dependendo das condições de utilização da bicicleta)
    Porquê?
    • Sinais de necessidade de substituição
    • Possibilidade de degradação
    O que acontece se não se substituir?
    • Deixa de ser possível parar ou controlar a velocidade
    • Rápido desgaste do aro, fissuras nos calços de travão
  • Óleo mineral

    Recomenda-se a substituição do óleo no interior do reservatório quando este ficar bastante descolorado. Ligue um tubo com um saco ao bocal de sangramento, abra o mesmo e retire todo o óleo. Enquanto isso, pode acionar a manete de travão para ajudar à saída do óleo. Após efetuar a drenagem, insira fluido de travões novo, de acordo com as Instruções de assistência técnica “Adicionar óleo mineral e purgar o ar”. Utilize apenas óleo mineral SHIMANO. Elimine o óleo usado em conformidade com os regulamentos de eliminação do seu país e/ou região.

    Óleo mineral

  • Pastilha e rotor de travão de disco

    Se ouvir um ruído durante a travagem, é possível que as pastilhas do travão tenham atingido o limite máximo da sua utilização. Verifique se o sistema de travão arrefeceu o suficiente e, em seguida, verifique a espessura da pastilha. Se a espessura for de 0,5 mm ou menos, é necessário substituir a pastilha do travão por uma nova. Consulte um concessionário ou revendedor.
    Se o rotor do travão de disco tiver fissuras ou estiver deformado, deixe imediatamente de utilizar os travões e consulte um concessionário ou revendedor.
    Se o rotor do travão de disco se desgastar até uma espessura de 1,5 mm ou menos, ou se a superfície de alumínio estiver visível, deixe imediatamente de utilizar os travões e consulte um revendedor ou concessionário. O rotor do travão de disco pode partir-se, provocando uma queda da bicicleta.

    • Pastilha e rotor de travão de disco 1

    • 2 mm

      0,5 mm

      Pastilha e rotor de travão de disco 2

    Se ocorrer aderência de óleo às pastilhas do travão após adicionar o óleo, se as pastilhas do travão tiverem um desgaste até uma espessura de 0,5 mm ou se as molas de compressão das pastilhas de travão estiverem a interferir com o rotor, substitua as pastilhas do travão.

    Quando?
    • O material da pastilha tem uma espessura inferior a 0,5 mm
    Porquê?
    • Sinais de necessidade de substituição
    O que acontece se não se substituir?
    • Danos no rotor (mais dispendioso)

Substituição das pastilhas do travão

Nota:

Este sistema de travão está concebido de forma a que, à medida que as pastilhas do travão se desgastam, os pistões deslocam-se gradualmente para fora a fim de ajustar automaticamente a folga entre o rotor e as pastilhas. Portanto, é necessário empurrar os pistões para a sua posição original quando se substituem as pastilhas.

Se ocorrer aderência de óleo às pastilhas do travão após adicionar o óleo, se as pastilhas do travão tiverem um desgaste até uma espessura de 0,5 mm ou se as molas de compressão das pastilhas de travão estiverem a interferir com o rotor, substitua as pastilhas do travão.

  • 1. Retire a roda do quadro e remova as pastilhas do travão conforme indicado nas figuras.

    Para pino bifurcado

    Pino ranhurado

    Substituição das pastilhas do travão 1

  • 2. Limpe os pistões e a área circundante.

  • 3. Use uma ferramenta achatada para empurrar o mais possível os pistões para a sua posição original, tendo o cuidado de não os entortar. Não empurre os pistões com uma ferramenta aguçada. Os pistões podem ficar danificados.

    • Pistão

      Substituição das pastilhas do travão 3_1

    • Pastilhas do travão

      Pino ranhurado

      Espaçador de pastilha de travão (vermelho)

      Substituição das pastilhas do travão 3_2

      • Instale as pastilhas do travão novas com o pino bifurcado e, em seguida, os espaçadores de pastilha de travão (vermelho). Depois, curve e abra o pino bifurcado.

  • 4. Prima várias vezes a manete de travão para verificar se a ação se torna rígida.

  • 5. Remova os espaçadores de pastilha de travão, monte a roda e verifique se não há interferência entre o rotor e a pinça. Se estiverem em contacto, ajuste consultando as Instruções de assistência técnica "Instalação de pinças e fixação do tubo flexível".

Instalação do rotor

  • Para o tipo CENTER LOCK

    Contraporca de fixação do rotor

    TL-LR15

    Para o tipo CENTER LOCK

    Binário de aperto: 40,0 - 50,0 Nm
    {350 - 437 lbs./pol.}

Para tipo 6 parafusos
  • 1. Instale o rotor e a placa de aperto do rotor no cubo; em seguida, introduza e aperte os parafusos.

    Cubo

    Placa de aperto

    Rotor do travão de disco

    Parafusos de fixação do rotor
    (Hexalobular #25)

    Para tipo 6 parafusos 1

    Binário de aperto: 2,0 - 4,0 Nm
    {17 - 35 lbs./pol.}

  • 2. Calçando luvas, aplique uma força suficiente no rotor para o rodar no sentido dos ponteiros do relógio. Enquanto isso, aperte os parafusos de fixação do rotor pela ordem indicada na ilustração.

    Para tipo 6 parafusos 2

  • 3. Use uma chave de fendas ou uma ferramenta semelhante para curvar os rebordos da placa de aperto sobre as cabeças dos parafusos.

    Placa de aperto

    Para tipo 6 parafusos 3

Copo com lingueta (tampa de nariz)

Os terminais com pala fornecidos com as mudanças de 12 e 11 velocidades estão incluídos para manter os cabos com bom aspeto e reduzir a confusão. Foram concebidos para serem substituídos com o cabo, e cada cabo com revestimento polimérico que vendemos vem com um terminal com lingueta de substituição na embalagem. As caixas vêm com um saco deles selado à frente.

Copo com lingueta (tampa de nariz)