D2

d2

A performance aerodinâmica é afetada pela direção do vento. Para criar o aro D2, os engenheiros da SHIMANO consideraram tanto os ventos frontais como os cruzados, visando alcançar uma ótima performance nas condições de pedalagem do mundo real. Testes exaustivos do protótipo, no túnel de vento e na estrada, provaram que uma forma de aro larga com uma mesa de pneu profunda tem um melhor desempenho numa ampla gama de condições. Nos ângulos da guinada que variam entre 0 a 15 graus, o perfil de aro D2 da SHIMANO reduz a resistência ao ar melhor que os outros aros de forma aerodinâmica. Este design de aro também aumenta a resistência da roda lateral e oferece uma conformidade vertical melhorada para maior controlo, conforto e durabilidade na estrada.

 

 

 

Aerodinâmica

Comparativamente com a convencional C40-TL, a resistência do ar foi reduzida em todos os ângulos de guinada na C36-TL, que tem a mesma altura de aro. No método de conversão que tem em consideração a direção dos ventos recebidos em condições reais*, o atrito foi reduzido em cerca de 3 W.
Obviamente que a resistência do ar foi reduzida ainda mais, tanto na C50-TL como na C60-HR-TL.

*Calculado através da média dos valores de resistência do ar, medidos nos testes em túnel de vento, com a relação entre a direção do vento e os ventos recebidos durante a corrida. A relação da direção do vento é obtida através de medição efetiva, com recurso a um anemómetro ultrassónico, da direção dos ventos recebidos por um ciclista ao pedalar à velocidade de cerca 48 km/h num ambiente com velocidade do vento de 3 a 5 m/s.

 

 

Driving stiffness

[Condições da medição (Gráfico para testes em túnel de vento)]
Valor da resistência do ar gerada apenas na roda da frente
Velocidade do vento/velocidade de rotação da roda: 48 km/h
Pneu: Schwalbe Pro One TLE 25c